A crise dos 3 meses - o retorno

É incrível como a gente esquece fácil das coisas. Ainda outro dia o marido comentava como o Gabriel, nosso primeiro filho, era mais tranquilo que o Henrique. Dizia que ele praticamente nunca chorava... Ah é?? Pois além da memória curta, tem outro detalhezinho: quem passava as tardes com o bebê em casa era EU e não ele. E pra confirmar isso, eu tenho meus registros no blog antigo (que não consigo mais acessar por um problema de senha). Relendo esse post eu vejo que hoje a cena toda se repete. O Henrique completou 3 meses na semana passada, já não tem mais cólicas, fica um certo tempo acordado, observando tudo e ri muito. É saudável, simpático, tranquilo. Mas quando resolver aloprar, ele alopra messsssmo. E é igualzinho o Gabriel fazia, um choro aparentemente sem motivo nenhum. Não é fome, não é dor, nem calor nem frio. É um choro e só. Ele berra até cansar (ele e nós) e depois dorme. Vai entender?!

Pelo menos agora eu sei que é passageiro e que no fim, provavelmente, todos sobreviverão. Ser mãe de segunda viagem tem seus benefícios.

Aí está o gurizão. 3 meses, 5.600g e 59cm.



 
 
 
 
 
.
1 Response
  1. Quel Says:

    Amo esse bebezão!